Corpo

 
Facebook  Twitter  Instagram
Clique para Pesquisar no website
 
PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA DE PROTEÇÃO CIVIL
     

ATIVAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA DE PROTEÇÃO CIVIL DO CONCELHO DE S. PEDRO DO SUL

- Considerando que a Organização Mundial de Saúde, em 30 de janeiro de 2020, declarou a situação de Emergência de Saúde Pública de Âmbito Internacional da COVID-19 e que, em 11 de março de 2020, considerou a COVID-19 como uma pandemia;

- Atendendo à situação epidemiológica a nível mundial e tendo em atenção o aumento dos casos de infeção em Portugal, com o alargamento progressivo da sua expressão geográfica;

- Na sequência da avaliação efetuada pela Comissão Municipal de Proteção Civil na reunião 12 de março de 2020, ao abrigo do nº3 do artigo 6º do enquadramento institucional e operacional da proteção civil no âmbito das autarquias locais, aprovada pela Lei n.º 65/2007, de 12 de novembro na sua atual redação:

Determino a ativação do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de S. Pedro do Sul, no uso das competências previstas no n.º 1 do artigo 13.º da Lei de Bases de Proteção Civil, aprovada Lei n.º 27/2006, pela de 3 de julho, na sua redação atual.

Declara-se a situação de alerta de âmbito municipal, nos termos do disposto na alínea a) do n.º 1 do artigo 8.º da Lei n.º 27/2006, de 3 de julho, na sua redação atual;

A situação de alerta de âmbito municipal, abrange todo o território municipal do Concelho de S. Pedro do Sul e vigora desde a presente data até a situação se justificar em função da evolução da situação epidemiológica nacional e em concreto do concelho de S. Pedro do Sul;

Durante a situação de alerta toda a coordenação técnica e operacional será realizada pelo Presidente da Câmara Municipal, em colaboração com o representante da Autoridade Local de Saúde, o Comandante do Destacamento da Guarda Nacional Republicana, e os Comandantes dos três corpos de Bombeiros do concelho.

Determino ainda que no âmbito da situação de alerta, se adotem as seguintes medidas preventivas, de carácter excecional:

• Todas as pessoas que se desloquem do estrangeiro e/ou que se desloquem de território nacional, para o Concelho S. Pedro do Sul, com intenção de residir temporariamente no mesmo, deverão cumprir o isolamento social, seguindo as recomendações emanadas da Direção Geral de Saúde relativamente ao COVID-19, para que através do afastamento social não contagiem outros cidadãos;

• Todos os Munícipes, emigrantes e visitantes/ turistas, deverão evitar deslocações desnecessárias ao Centro de Saúde, ligando antecipadamente para averiguar alternativas ou agendar;

• Deverão ser adotadas as regras de isolamento social emanadas da Direção Geral de Saúde relativamente ao COVID-19, evitando convívios e /ou visitas desnecessárias a familiares e amigos, de forma a cumprir as medidas para proteção dos grupos mais vulneráveis (crianças, idosos, grávidas e pessoas com doença crónica);

• As pessoas que apresentem sinais ou sintomas de infeção respiratória aguda (febre, tosse ou dificuldade respiratória), deverão contactar o SNS 24 através do número de telefone 808 24 24 24;

O presente despacho, não isenta o cumprimento das orientações e recomendações emanadas nos despachos anteriores relativos ao COVID-19;

Durante o período de vigência da declaração de alerta, os cidadãos e as demais entidades têm, nos termos dos nº.1 a 3 do artigo 6.º da Lei de Bases da Proteção Civil, o dever de colaboração, nomeadamente no cumprimento de ordens, instruções ou conselhos, dos órgãos e agentes responsáveis, pela Unidade de Saúde Local, pela autoridade segurança, e pela Proteção Civil Municipal e na pronta satisfação de solicitações que justificadamente lhes sejam feitas pelas entidades competentes para a concretização das medidas que justificam a presente declaração;

A desobediência e a resistência às ordens legítimas das entidades competentes, quando praticadas em situação de alerta, constituem crime e são sancionadas nos termos da lei penal, sendo as respetivas penas agravadas em um terço, nos seus limites mínimo e máximo, nos termos do n.º 4 do artigo 6.º da Lei de Bases da Proteção Civil. A declaração da situação de alerta entra em vigor de imediato e está em reavaliação permanente.

Despacho do Presidente da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, Vitor Figueiredo, de 22 de março de 2020

 
Termas S. Pedro do Sul
Gabinete de Atendimento ao Municípe
Espaços do Cidadão - S. Pedro do Sul
Gabinete do Empreendedor
SIG - Informação Geográfica
Orçamento Participativo - S. Pedro do Sul